Identidade visual e design da rede Óticas Precisão saiu no principal blog especializado em varejo do mundo

Oticas-Precisao-store-by-Design-Novarejo-Sao-Paulo-Brazil-02(english translation in the post below)

Olha que coisa boa! Um dos projetos recentes que desenvolvi na equipe de criação da Novarejo saiu no principal blog do mundo especializado em projetos de design para varejo.

Nesse projeto me envolvi diretamente no desenvolvimento e criação da identidade visual e na comunicação visual da loja.

http://retaildesignblog.net/2016/07/14/oticas-precisao-store-by-design-novarejo-sao-paulo-brazil/

• Siga-me no Facebook: https://www.facebook.com/pablo.cabistani
• Meu site: www.pablocabistani.com
• Siga meu Behance: www.behance.com/pablocabistani

Anúncios

New Rio de Janeiro’s Light Rail Logo | Novo logo do VLT Carioca

vlt_post.jpg

(english translation below)

Orgulhoso demais! Como membro da equipe de criação do tradicional escritório de branding e design Yemni, fui o designer responsável pelo logo e o símbolo de um dos principais projetos de mobilidade urbana do Rio de Janeiro, o recém inaugurado VLT Carioca.

O VLT Carioca (Veículo Leve sobre Trilhos) é um projeto da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, e será um legado para a população carioca. Ao longo de 28km de trilhos e 32 paradas, o VLT Carioca vai circular no Centro e na Região Portuária – quando as linhas estiverem em operação, a capacidade do sistema chegará a 300 mil passageiros por dia.

O que o design tem de mais relevante é sua capacidade de transformar. Ter um pouco do meu design presente em um marco como esse me orgulha demais.

A equipe desse projeto também contou com Vitor Patoh como diretor de criação e Beatriz Abud como coordenadora de criação.

(na foto, o prefeito do Rio Eduardo Paes no evento de inauguração, ao lado, o vagão do VLT com o símbolo desenvolvido)

Siga-me no Facebook: https://www.facebook.com/pablo.cabistani
Saiba mais sobre o VLT aqui: https://www.facebook.com/VLTCarioca/
Conheça meu trabalho: www.pablocabistani.com

—————

(versão em português acima)

Extremely proud! As a member of the creative team of the traditional brazilian branding and design office Yemni, I was the designer responsible for the logo and the symbol of one of the main urban mobility projects in Rio de Janeiro, the newly opened VLT Carioca.

The Carioca VLT (Light Rail) is a project of the Municipality of the City of Rio de Janeiro, and will be a legacy for Rio de Janeiro’s population. Over 28km of track and 32 stops, the VLT Carioca will circulate in the downtown and the Port Region – in operation, the system capacity will reach 300 thousand passengers per day.

The most important characteristic of design is its ability to transform. Having a little bit of my design in a important transport like this makes me very, very proud.

The staff of this project also featured Vitor Patoh as creative director and Beatriz Abud as creation coordinator.

(In the photo, Eduardo Paes, Rio de Janeiro’s Mayor, in the opening event, beside him, the light rail wagon with the symbol I developed)

Follow me on Facebook: https://www.facebook.com/pablo.cabistani
More about the new Rio de Janeiro’s Light Rail here:https://www.facebook.com/VLTCarioca/
See my work: www.pablocabistani.com

Liberar a criatividade | Unleashing creativity | Edwin Catmull

edwincatmull

Ed Catmull is photographed on January 15, 2010 at Pixar Animation Studios in Emeryville, Calif. (Photo by Deborah Coleman / Pixar)

(english translation below)

“Liberar a criatividade exige que afrouxemos os controles, aceitemos riscos, confiemos nos colegas, limpemos o caminho para eles e prestemos atenção a qualquer coisa que crie medo. Fazer tudo isso não irá necessariamente tornar mais fácil o gerenciamento de uma cultura criativa. Mas a meta não é a felicidade, e sim a excelência.” – Edwin Catmull, Presidente da Pixar e da Walt Disney Animation Studios

Siga-me no Facebook https://www.facebook.com/pablo.cabistani

———-

(versão em português acima)

“Unleashing creativity requires that we loosen the controls, accept risk, trust our colleagues, work to clear the path for them, and pay attention to anything that creates fear. Doing all these things won’t necessarily make the job of managing a creative culture easier. But ease isn’t the goal; excellence is.”- Edwin Catmull, Pixar and Walt Disney Animation Studios President

Follow me on Facebook https://www.facebook.com/pablo.cabistani

“Se cada um de nós contratar pessoas menores do que nós, nos tornaremos uma empresa de anões” | “If each of us hires people who are smaller than we are, we shall become a company of dwarfs.”

babushkas_mediumres_tratada

English translation below

Quando era bem novinho, peguei na prateleira de uma das primeiras agências que trabalhei, um dos livros do genial publicitário David Ogilvy (uma espécie de Steve Jobs da publicidade dos anos 60 e 70).

Uma das passagens do livro, ensinamento que guardo comigo até hoje, era a história de que Ogilvy, sempre que contratava um novo alto executivo para sua agência, mandava de presente uma boneca russa chamada Babushka (ou Matryoshka). Babushkas são várias bonecas em uma: dentro da maior delas, tem outra menor, dentro dessa menor, tem outra ainda menor, e assim sucessivamente.

Nessa Babushka que Ogilvy enviava, dentro da menorzinha de todas, tinha um bilhete escrito a mão do próprio Ogilvy que dizia assim:

“Se cada um de nós contratar pessoas menores do que nós, nos tornaremos uma empresa de anões. Mas se cada um de nós contratar pessoas que são maiores do que nós, nos tornaremos uma empresa de gigantes.”

Simbolizando esse brilhante modo de pensar, recentemente ganhei uma Babushka linda, toda dourada, comprada de um artesão legitimamente russo.

Já está na minha prateleira para eu sempre lembrar da importância de me cercar de pessoas maiores que eu!


When I was very young, I took on the shelf of one of the first agencies that worked, one of the books of the brilliant advertising man David Ogilvy (a kind of Steve Jobs of advertising of the 60s and 70s).

One of the passages from this book, teaching that I keep with me until today, was the story that Ogilvy, whenever he hired a new senior executive to his agency, send away to this new employee a gift, a Russian doll named Babushka (or Matryoshka). Babushkas are several dolls in one: inside the largest, has a smaller, in this smaller, has another even smaller, and so on.

This Babushka that Ogilvy was sending, inside the smaller one, had a note handwritten by Ogilvy that went like this:

“If each of us hires people who are smaller than we are, we shall become a company of dwarfs. But if each of us hires people who are bigger than we are, we shall become a company of giants.”

Symbolizing this brilliant way of thinking, recently I won a beautiful Babushka, all gold, bought from a legitimately russian craftsman.

It’s already on my shelf so I can always remember the importance of surround myself with people bigger than me!

Carnaval brasileiro e design no Brasil | Brazilian carnival and design in Brazil

capa_post_carnavaldesign(english translation below)

O carnaval é uma atividade intrinsecamente criativa: envolve ideias, cultura, projeto, soluções estéticas e simbólicas. A medida que essa típica tradição cultural brasileira se tornou mais visível, mais rentável, mais competitiva e, consequentemente, mais profissional, as escolas de samba se tornaram verdadeiros estúdios de criação.

Eu realmente acho o carnaval algo espetacular: o poder de transformar ideias, pessoas, isopor e penas de aves em algo tão fabulosamente inovador e único é digno de admiração. Das ideias, criadas pelos carnavalescos mais criativos, brilhantes e competentes, até a música, os ensaios, maquiagens, vestimentas e alegorias, todas as etapas na criação de um desfile são geridas no detalhe e supervisionadas com eficiência pouco vista na gestão de tantas outras atividades criativas tocadas no Brasil, incluindo-se aí o design.

Interessante é ver o quanto um evento tão complexo e tão dependente de criatividade consegue obter resultados tão impecáveis num país que ainda tem a maioria das atividades profissionais criativas e artísticas tão pouco presentes no dia a dia da sociedade como um todo. O que o carnaval ilustra, principalmente, é que as atividades que tem mais relevância cultural para um povo – as que fazem parte da alma de uma nação – são as mais valorizadas e beneficiadas por todos os segmentos da sociedade, incluindo-se aí, obviamente, também o tamanho das verbas e remunerações de todo segmento envolvido.

É inegável a tradição que alguns países europeus tem, por exemplo, com o design de tipografia. O design das embalagens norte-americanas criaram soluções únicas para problemas únicos que surgiram há décadas atrás como consequência da própria liderança industrial dos EUA na produção de bens de consumo. Ou seja, são atividades valorizadas porque fazem parte de tradições específicas desses povos.

Então no carnaval está o exemplo da única coisa que pode valorizar o design no Brasil: fazê-lo parte relevante da cultura brasileira.

Siga-me no Facebook https://www.facebook.com/pablo.cabistani

—————

(texto em português acima)

The carnival is an inherently creative activity: it involves ideas, culture, project, aesthetic and symbolic solutions. As this typical Brazilian cultural tradition became more visible, more profitable, more competitive and therefore more professional, the Samba Schools (Escolas de Samba) have become true creative studios.

I really think the carnival is spectacular: the power to transform ideas, people, Styrofoam and bird feathers in something so fabulously innovative and unique is worthy of admiration. The ideas, created by the most creative, bright and competent carnival creators (called “carnavalescos” here in Brazil), until the music, rehearsals, makeup, costumes and floats, all the steps in creating a carnival parade are managed in detail and supervised with rarely seen efficiency in the management of many other creative activities in Brazil, including therein the design.

Interesting is to see how such a complex event and so dependent on creativity obtain so impeccable results in a country that still has the most creative professional and artistic activities as little present in everyday life of society as a whole. What carnival parades shows, mainly, is that the activities that have more cultural relevance to a nation – those that are part of a nation’s soul – are the most valued in all segments of society, including, of course, also the size of the fees and remunerations of all people involved in the segment.

It is undeniable the tradition that some European countries have, for example, with typography design. The design of the North American packaging created unique solutions for unique problems that emerged decades ago as a consequence of the US industrial leadership in the production of consumer goods. They are valued activities because they are part of specific traditions of these nations.

So, in the carnival is the example of the only thing that can enhance the design in Brazil: make it a relevant part of Brazilian culture.

Follow me on Facebook https://www.facebook.com/pablo.cabistani

Brazilian Design Biennial 2015 visual identity shortlisted in the 11th edition of the Brazilian Graphic Designer Association Biennial

(versão em português no post abaixo)

brahnce_apres_oba_bienal_201521

The identity I developed for the Brazilian Design Biennial 2015 was selected for the shortlist of the 11th edition of the traditional ADG (Association of Graphic Designers) Biennial, major brazilian national graphic design organization, in one of the most competitive categories of the contest: brand identity.

“First of all, we would like on behalf of ADG Brazil and the general 11th Brazilian Graphic Design Biennial coordination to thank your participation in this great celebration of Brazilian graphic design. Also, move to the second phase of the jury is a great achievement and we congratulate you for this.”

Who is not familiar with the project, can see it in
http://www.pablocabistani.com/61905/4110360/portfolio/brazilian-design-biennial-2015

Identidade visual da Bienal Brasileira de Design 2015 na shortlist da 11ª edição da Bienal da ADG

(english version in the above post)

brahnce_apres_oba_bienal_201521

(english version right below)

A identidade que desenvolvi para a Bienal Brasileira de Design 2015 foi selecionada para a shortlist da 11ª edição da tradicional Bienal da ADG (Associação dos Designers Gráficos), principal entidade nacional de design gráfico, em uma das categorias mais concorridas do concurso: identidade de marca.

“Antes de mais nada, gostaríamos em nome da ADG Brasil e da Coordenação-geral da 11ª Bienal Brasileira de Design Gráfico de agradecer a sua participação nesta grande celebração do design gráfico brasileiro. Além disso, passar para a segunda fase do júri é uma grande conquista e o parabenizamos por isto.”

Quem ainda não conhece o projeto, pode vê-lo em
http://www.pablocabistani.com/61905/4110360/portfolio/brazilian-design-biennial-2015